A Bright Cities participa da Comissão de Estudos para a Criação de um Plano de Cidade Inteligente para São Paulo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A proposta do estudo é promover políticas públicas para implantar na capital paulista conceitos de uma cidade inteligente, elaborar ações sustentáveis para a cidade de São Paulo com o desenvolvimento da economia e proporcionando qualidade de vida à população.

A Comissão de Estudos recebeu os especialistas em Smart City (Cidade Inteligente) Elias de Souza, da Deloitte, e Raquel Cardamone, da Bright Cities. Os convidados apresentaram dados, gráficos e contribuíram com sugestões para elaboração de um plano de cidade inteligente.

De acordo com o Vereador Marlon Luz, que preside a cComissão, o conteúdo enriqueceu o debate e trouxe informações importantes. “Foram trazidos para cá alguns parâmetros de cidades mais e menos inteligentes. Fico feliz que a cidade de São Paulo é bastante inteligente, e é interessante saber que podemos melhorar ainda mais essa inteligência”.

“Hoje temos diversas fontes públicas, com dados que a gente pode utilizar para entender qual é o diagnóstico atual da cidade, e comparar as cidades para sempre avaliar de uma forma colaborativa”.
Afirmou Raquel Cardamone

Raquel ainda destacou a importância de se identificar os pontos que devem ser aprimorados para traçar um plano de soluções adequadas para a cidade. “Podemos dar o exemplo de indicadores como o da mortalidade e de acidentes de trânsito. A padronização de indicadores faz a gente entender onde cada cidade está e onde ela pode chegar em termos de melhora”.

Assista as palestras completas da Comissão no link: https://www.saopaulo.sp.leg.br/blog/comissao-que-estuda-plano-de-cidade-inteligente-prorroga-trabalhos-por-mais-60-dias-e-recebe-especialistas/

RELATED CONTENT