Por que falar de saneamento em tempos de pandemia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A gestão universal de água potável e saneamento é fundamental para reduzir os riscos do coronavírus

Lavar as mãos, uma das principais medidas para prevenir o contágio do coronavírus, não está ao alcance de muitas famílias brasileiras. Isso porque, mesmo sendo indispensável à vida, o acesso à água potável ainda não é um direito garantido para todos. Soma-se ainda a carência por serviços de saneamento básico como esgoto, limpeza urbana, manejo de resíduos e drenagem das águas pluviais urbanas, questões hoje enfrentadas majoritariamente por populações de países em desenvolvimento e/ou moradores de áreas urbanas irregulares.

Segundo dados do Trata Brasil, 35 milhões de brasileiros estão sem abastecimento de água tratada e quase 100 milhões não têm acesso à coleta de esgoto. Estudos na China e Singapura apontam, por exemplo, que o esgoto pode ser uma via de contágio para a CODIV-19, tornando ainda mais urgente a ação de políticas públicas voltadas ao saneamento para frear os riscos de contaminação da doença.

O desafio que temos em nossas mãos é grande: dados divulgados pela ONU sugerem que, se quisermos atender todo o planeta até 2030, devemos dobrar nossos esforços já. Isso significa que, na prática, temos dez anos para alcançar o sexto dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, o ODS 6 – Água potável e saneamento. Para conhecer o Objetivo, visite o conteúdo especial que preparamos aqui.

Mas como, afinal, podemos cumprir esse objetivo? Para transformar esse cenário, é dever dos governos municipais melhorar a qualidade da água e do saneamento básico de sua população, seja por meio de medidas de proteção ambiental ou por uma gestão sustentável de seus recursos. Sabendo disso, a Bright Cities oferece com a sua plataforma uma maneira fácil e rápida para que gestores públicos possam diagnosticar a eficiência de seus serviços e encontrar as melhores soluções para resolvê-los.

A partir da coleta, análise e comparação dos dados obtidos com os indicadores, nosso diagnóstico identifica os principais desafios e cria, para cada cidade, um roteiro personalizado de desenvolvimento passo a passo. Nele apontamos uma série de soluções inteligentes para solucionar os problemas urbanos, com respectivos custos, prazos e indicações de fornecedores – nossa plataforma conta com um database de mais de 1000 soluções inteligentes para smart cities, o maior do mundo! 

É o caso do Bueiro Inteligente, já adotado por São Paulo. A partir de sensores instalados nos bueiros de vias, a tecnologia permite agir preventivamente na limpeza das valas antes das chuvas, evitando transbordamentos. O sinal emitido pelo sensor indica quando o bueiro atinge 70% de sua capacidade, e promete reduzir em até 51% os custos operacionais de limpeza para a cidade. Além disso, os bueiros possuem um larvicida biológico homologado pela Anvisa, que reduz substancialmente a proliferação do Aedes Aegypti.

Outra solução inteligente incluída em nosso database é o Treeparker, voltado para o plantio urbano de árvores. A iniciativa propõe criar um ambiente perfeito para o crescimento de vegetações a partir de um sistema de contenção de solo que maximiza o espaço disponível de drenagem. Com a expansão ilimitada para o crescimento das árvores e suas raízes, a tecnologia permite o escoamento da água da chuva na fonte, em vez de deixá-lo correr nos esgotos.

Ao analisarmos soluções já realizadas e com impactos bem sucedidos em outras cidades, as iniciativas cadastradas em nossa plataforma oferecem ações concretas para enfrentar muitos dos desafios urbanos ligados ao saneamento público, como é o caso da gestão de águas pluviais. Afinal, em períodos de chuvas e alagamentos, a drenagem urbana é fundamental para evitar acidentes e garantir o bem-estar da população.

Quer conhecer outras iniciativas que podem ajudar sua cidade? A Bright Cities mapeou seu banco de soluções inteligentes, com mais de 1.000 iniciativas cadastradas, e disponibilizou online e gratuitamente diversas alternativas, muitas delas sem custos, para serem facilmente acessadas e implementadas por prefeitos e gestores públicos.

Para conhecê-las, acesse nosso database de soluções inteligentes e digite por “CORONAVIRUS” no campo de busca.

RELATED CONTENT